• Diário (ou quase)

    Oi, sumida.

    * cof cof cof * Tirando teias de aranha. Sim, sou eu. Abri as portas dessa casa velha, mas que está sempre aqui para mim. Preciso tirar a poeira, sentar e escrever. Tem tanta coisa para falar. Mas tem sido difícil esse ato de colocar no papel (no caso aqui é mais nas teclas do computador, na tela em branco) tudo que atormentar a mente. Minha cabeça está há anos uma confusão, um embaralhado de coisas. Daí tava lendo o livro da Letrux e li um poema que ressoou muito comigo e um verso me trouxe outros que surgiram na minha mente. Daí criei um pequeno poema. Poeminha. Sem título…

  • Cotidiano

    trecos & trapos, o retorno

    Já perdi as contas de quantas vezes escrevi um texto (de tudo quanto é tamanho) para anunciar o retorno do blog. Esse é mais um deles. Tomara que seja o último, que nunca mais uma fase atribulada tome conta da minha vida e me deixe afastada do blog e de todas as outras atividades internéticas. Desde o final do ano passado até junho deste ano eu estive envolvida em mais uma monografia. Estava encerrando essa etapa da vida e me acostumando com a vida adulta que tardou em chegar, mas quando veio apareceu com tudo o que tem direito: casa nova, emprego full time, pós graduação, enfrentando problemas de saúde,…