• Assistindo,  Diário (ou quase),  Lendo,  Louca dos gatos,  No Passado

    2022: adeus, bem vindo 2023

    Chega o final d ano e fico nostálgica. Sempre penso em fazer uma retrospectiva e acabo não fazendo. Esse ano, finalmente, resolvi fazer e foi um excelente exercício. Vem comigo, descobrir meus pontos baixos e altos do ano, o que fiz, o que li, o que assisti e o que pretendo fazer no próximo ano. Pontos baixos Em 2022 aquilo que eu já temia ficou ainda mais evidente: saúde mental. Eu sofro mentalmente desde a adolescência e tem sido cada vez mais difícil conviver com isso. Com tantas coisas que aconteceram desde março de 2020 e a pandemia, eu tenho buscado ajuda gradualmente, em passinhos de formiga, porque primeiro preciso…

  • Lendo

    Top 8: Canções de Atormentar

    Os oito poemas favoritos do mais novo livro de Angélica Freitas. Meio démodé fazer top 5, meio hipster fazer top 8. Um limbo entre aqueles que amam o livro/filme sensação cult no início dos 2000 e aqueles que não conseguem escolher apenas cinco. Segunda-feira, 24 de agosto de 2020 – dia x+2y de isolamento social. Saí de casa, um momento de exceção. Caminhei 500 metros do prédio onde moro até a Livraria Baleia, livraria essa que não conhecia, apesar de ficar exatamente em frente ao local em que treinava roller derby (quantos séculos se passaram desde o último treino?). Máscara, álcool gel depois de tocar a campainha. Peguei a sacolinha…

  • Cotidiano,  Lendo,  OrganizaDani

    A saga da estante arrumada

    Eu estou há tempos fazendo uma limpeza geral nos livros. Eu já reorganizei e separei o que fica e o que sai da estante. Tenho muita dificuldade em me desapegar dos livros lidos, porque a maioria são livros que eu gostei. No entanto, adotei um critério. Os livros que eu classifiquei no Goodreads com três ou menos estrelas não ficam. Por quê? Porque eles não mexeram muito comigo. Não foram leituras que me moveram por demais. Então eles saem. Mas isso gera um fenômeno… Eu sempre tenho mais livros não lidos do que livros lidos na estante. Aliás, ainda estou correndo atrás de ler tudo que tenho pendente nas prateleiras…

  • Beleza e autocuidado,  Lendo

    Sobre autoconhecimento e mais um projeto

    Então… Eu tenho um livro comprado há muito tempo em Buenos Aires que é uma “antologia de poesia gay e lésbica” como consta no título. Chama Amores Iguales. Ok. E o que isso tem de especial? Bom, eu sempre disse, desde adolescente, que sou bissexual. Pois bem cara leitura e caro leitor. Ando numa fase de buscar entender melhor o que isso significa e entender de fato quem eu sou. Eu fui encontrando pistas que deixei para mim mesma ao longo da minha vida. Livros, filmes, séries, artistas, biografias, arte com essa temática estiveram sempre presentes na minha rotina e no meu gosto. Mesmo que a temática não faça parte…

  • Lendo

    Eu continuo tentando ler romances policiais

    O Jardineiro Noturno by George Pelecanos My rating: 3 of 5 stars Esse foi o meu primeiro contato com uma obra de Pelecanos. Eu sei do currículo extenso dele (como roteirista e escritor), mas nunca vi nenhuma das séries em que ele trabalhou (a mais famosa delas eu acho que foi The Wire) e nem tinha lido nenhum de seus livros. Confesso que no início da leitura estava com pouco interesse pelos personagens e pela trama em si (um crime que remontava a uma série de assassinatos que ocorreram em 1985 precisava ser desvendado).

  • Lendo

    Como não escrever personagens femininas

    A Deliciosa e Sangrenta Aventura Latina de Jane Spitfire by Augusto Boal My rating: 2 of 5 stars A sátira de Augusto Boal tem altos e baixos. A narrativa é construída em torno da espiã Jane Spitfire, a melhor espiã de todos os tempos, a mais linda, a mais inteligente, a mais habilidosa, a mais tudo e qualquer coisa. Infelizmente, apesar da protagonista feminina, Boal falha com a representação feminina em seu primeiro e único romance policial. Jane é uma personificação do imperialismo estadunidense e, portanto, sua trajetória é justamente implementar as vontades de sua pátria em um pequeno país fictício da América Latina. Como ponto positivo, a narrativa constrói…