• Livros e a biblioteca

    Retrospectiva Literária 2011

    A Angélica do blog Pensamento Tangencial propôs mais uma vez a blogagem coletiva Retrospectiva Literária e eu resolvi aderir. Uma boa maneira de refletir sobre as leituras feitas ao longo do ano. Então, vamos às respostas: O livro infanto-juvenil que mais gostei: Coraline, de Neil Gaiman. Ainda me encanto com essa história cada vez que me lembro. A aventura que me tirou o fôlego: Ilíada (volume 1 e 2), de Homero. Não imaginei que leria tão rápido os dois volumes, foram necessárias apenas três tardes para dar conta dos grossos volumes. A história é super conhecida, mas ler é tão incrível. Estou devendo resenha, quem sabe em 2012 não sai…

  • Livros e a biblioteca

    Coraline, Neil Gaiman

    Coraline é uma guria interessada em explorar. Curiosa por natureza, ela resolve conhecer a fundo o novo lugar onde foi morar com os pais. De repente ela descobre que sua casa abriga uma porta. Uma porta diferente de todas as outras que ela já viu. Através dela ela pode chegar a um outro mundo, onde existem outra mãe, outro pai, que são tão diferentes dos seus verdadeiros quanto ela possa imaginar. Não que seus verdadeiros pais não gostassem de Coraline, eles só não tinham muito tempo para demonstar isso. Sua outra mãe e seu outro pai, assim como os outros vizinhos, possuiam grandes e inexpressivos botões no lugar de seus…

  • Livros e a biblioteca

    Retrospectiva Literária 2010

    Chegou o dia da blogagem coletiva: Retrospectiva Literária 2010! * O livro infanto-juvenil que mais gostei e o melhor livro de fantasia: As crônicas de Nárnia Volume Único – C. S. Lewis * O suspense mais eletrizante: Os Homens Que Não Amavam as Mulheres (Stieg Larsson) * O romance que me fez suspirar e o clássico que me marcou: Orgulho e preconceito (Jane Austen) * O livro que me fez refletir: A esperança (André Malraux) * O livro que me fez rir: Melancia (Marian Keyes) * O livro que me fez chorar: A Estrada (Cormac McCarthy) * O livro que me decepcionou: Divã (Martha Medeiros). Não foi exatamente uma decepção,…