Criação e criatividade

De quando eu tentei usar minha Lomo

Em 2015 eu comprei uma Lomo e tentei me aventurar no mundo da lomografia. Acontece que esse passatempo é mais caro do que eu posso pagar e só usei um filme até hoje. Que foi revelado dois anos atrás e esqueci de mostrar por aqui. Então segue minhas experimentações lomográficas que até ficaram decentes.

São fotografias das ruas e paisagens de Porto Alegre mostrando um pouco daquilo que chamou a atenção do meu olhar ao longo de alguns meses experimentando enquanto aprendia a usar a câmera.

Essa primeira foto é um céu azul lindo, apesar de não ter foco nenhum. Topo da torre da Igreja das Dores no centro da cidade.

Uma das minhas fotos favoritas mostra o Guaíba ainda antes da “revitalização” da Orla.

Gasômetro, quando ainda pulsava vida. Agora está abandonado e numa reforma interminável.

Essa foto ficou superposta, mas gostei muito do resultado. Ruas e suas intervenções artísticas.

Grafites pela cidade sempre me chamam a atenção.

Eu adoro essa praça. Essa foto também é de antes da revitalização. O trilho do aeromóvel que nunca foi usado continua lá. Ponto turístico da cidade.

Revendo essas fotos me deu vontade de comprar um filme novo e sair pela cidade fotografando mais uma vez. Quem sabe eu faça. Mas prometo que não demoro tanto para compartilhar o resultado.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. ♀️✊Ⓥ

Subscribe
Notify of
guest

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paloma Rosaes
18 de maio de 2023 2:13 am

Queria tanto concertar a minha digital, hoje em dia trabalho com uma crop, mas as antigas tem seu charme! As fotos por mais velhas que sejam, nunca perdem o encanto (até melhoram).

2
0
Would love your thoughts, please comment.x