Filmes e séries

Doctor Who – 6×03 – The Curse of the Black Spot

Ah piratas. Eu adoro histórias de piratas. Mas Doctor Who conseguiu deixar uma boa história de pirata ainda melhor. O Doutor, Amy e Rory aparecem em um navio pirata no meio do oceano, preso em uma calmaria. Tudo terminaria na prancha não fosse a impagável Amy dar uma de pirata e tentar salvar a vida do trio. Ela tinha sido posta no porão e acabou encontrado por lá um baú cheinho de espadas e um casaco e um chapéu. E ela ficou muito linda com o traje a rigor para o navio.

Ela enfrenta bravamente os piratas malvados e acaba fazendo um pequeno arranhão em um deles. A tragédia começa aí. Existe uma sereia com sede de sangue e basta uma gota para atraí-la. Aí já viu, aquele bando de piratas malvadões estão se borrando de medo de um cortezinho. E é de assustar mesmo, afinal uma marca preta na mão assinalando aquele que vai morrer não é algo que se vê todo dia. A tal sereia aparece, sem o rabo, verde, translúcida e cantando um canto hipnotizador. E leva um deles. No entanto, um problema ainda maior aconteceu, Rory também ganhou sua marca.

A essa altura todos já esqueceram os clandestinos que vieram do espaço e pensam apenas em ir para um lugar seguro e sem água (no meio do oceano!). A solução é o local onde a pólvora é armazenada. Descobrir o que é a sereia – e como ela aparece –, salvar Rory e proteger o restante da minguada tripulação do navio é a nova missão do Doutor. É claro que uma criança está envolvida na história. O filho do capitão, achando que seu querido pai ainda era um Capitão da Marinha Inglesa entra de gaiato no navio e estava escondido no paiol. A mãe morreu e ele foi atrás do pai. O garoto está doente e, portanto, também possui a marca.

Uma cena em particular me chamou a atenção: a mulher com o tapa olho do episódio anterior aparece no meio do navio, de novo abrindo uma portinhola. Dessa vez ela fala para Amy que tudo dará certo. Ok, ela é a nova crack in the wall, que por sua vez foi o novo Bad Wolf, etc, etc. Mas até descobrir o que ela significa ficarei morrendo de curiosidade.

E o final? O que foi aquele final? Mais uma vez o casal Amy e Rory me faz chorar. Doctor Who tem o dom de pegar meu coração e esmagar como se fosse massinha de modelar. A sequência de acontecimentos é totalmente imprevisível. Outro final emocionante para a conta do Doutor.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mi Müller
18 de maio de 2011 8:56 pm

Báh estou louca para começar a acompanhar esta série… mas quero ver desde o início então vai demorar para chegar nesse episódio, que por sinal parece ótimo. Também adoro histórias de piratas 😀
estrelinhas coloridas…

trackback
16 de setembro de 2011 3:50 pm

[…] Nessa história de Mark Gatiss temos a volta, depois de muito tempo (creio que desde “The Curse of the Black Spot“) uma história sem ligação com a mitologia da temporada (who is River […]

2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x