Reflexões

Oaxaca é uma inspiração

Alguém que lê este blog por algum acaso já ouviu falar do que está acontecendo no México? A rebeldia Revolucionária que não aparece nos jornais burgueses?

*Pois é, a estas horas a maldita trama moribunda do capitalismo que consiste em furtar, assassinar, humilhar e devastar seres humanos, natureza e cosmos, topou com uma imensa gama de rebeldias carregada com pensamentos e sentimentos corajosos, bem dispostos a frear essa imundice burguesa. Existe nesta rebeldia um conteúdo, uma substância, uma potencia ancestral renovada, não frágil e sim profunda: a luta de classes. Nada menos.

A rebeldia revolucionária de Oaxaca não é “birra”, não é “surto”, não é grosseria ou pose. Não se trata de um acidente do único produzido por alguma contrariedade nos interesses de uma seita. Não é uma moda que tende a superar-se conforme transcorra o tempo, pouco ou muito. Não se trata de um “tic” próprio da gente ressentida como dizem algumas senhoritas secretárias de Estado vendedoras nupciais de nádegas imaculadas e seus namorados funcionários “bom partido”. Não se trata de um lapso de loucura nem de um relâmpago que trás com certa “violência” o espaço anê­mico, próprio e alheio, para diluir-se inclusive como Catarsis ou como orgasmo. Tampouco se trata de uma mania insolente própria de personalidades intolerantes, neuróticas, velhos idealistas, solteironas amargadas, divorciados infelizes, doentes crônicos ou pacientes terminais. Não! Esta rebeldia, protagoniza na história o que define o México atual, é uma força… imensa… incalculável, contraditória e necessária. Revolucionária e poética, pois. A vida, mesma.

Se trata de uma rebeldia com outro sabor, nova, fresca, matinal e emocionante. Uma rebeldia meticulosa e fértil, compreensiva e comprometida… uma rebeldia rebelde aos estereótipos, uma rebeldia revolucionária, em revolução permanente. Uma rebeldia como a gente.

Fragmentos de texto.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
bi
bi
26 de novembro de 2006 3:36 am

Não sei o que dizer…

Mas tá muito bonito!

Last edited 1 mês atrás by Daniela
Ju Soska
Ju Soska
27 de novembro de 2006 7:34 pm

também achei muito bonito!!hehe
até imagino a cara desse tipo ai escrevendo esse comentario…
muita saudade de ti amiga!!!
muitos beijos…
JU ::oculos::

Last edited 1 mês atrás by Daniela
bi
bi
30 de novembro de 2006 12:27 am

Da-lhe Ju.

É nóis nas armas.

Como assim minha cara?

Last edited 1 mês atrás by Daniela
4
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x