• Livros e a biblioteca

    Sábado de Feira

    Mais uma Feira do Livro. Pois é, todo ano tem e parece que o pessoal fica todo alvoroçado pelo “maior evento literário” do sul. Eu não. Tenho severas críticas ao evento, mas acho bacana a reunião de amantes de livros em uma só praça. E no sábado eu fui na praça da Alfândega para comprar alguns livros nos Balaios da Feira, os únicos que realmente saem em conta comprar em época de Feira. Ao contrário do ano passado, não encontrei nenhum livro que me agradasse e estivesse na faixa de preço que estava disposta a pagar. Um pouco porque não percorri banca por banca como no ano passado, pois 99%…

  • Livros e a biblioteca

    Compras na Feira do Livro de Porto Alegre

    Esse fim de semana eu fui a Feira do Livro de Porto Alegre e fiz um pequeno rancho de livros. Então, vamos a lista. 1. Ô, Psit – O Cinema Popular Dos Trapalhões (Fatimarlei Lunardelli) – O primeiro livro que comprei, no estande da Artes e Ofícios. Adoro os filmes dos Trapalhões (não os novos só com o Didi, é claro) e fiquei com vontade de ler um pouco sobre a trajetória do grupo no cinema. E além disso custou míseros R$ 3,00! 2. Realidades e Chantillys Diversos (Frank Jorge) – Também na Artes e Ofícios comprei este livro porque gosto muito do Frank Jorge cantor/compositor e gostaria de ver…

  • Livros e a biblioteca

    Autografando Biblos

    Já falei por aqui como foi criar e escrever a história de um livro-personagem que virou livro de verdade (As Aventuras de Biblos: aprendendo a preservar – livro infantil que eu e alguns amigos desenvolvemos). Ontem, 1º de novembro, foi um dia muito especial para a história de um projeto muito bacana que nasceu ano passado e só vem crescendo, ontem foi a tarde de autógrafos do Biblos – nome do livro-personagem – na 55ª Feira do Livro de Porto Alegre. Não foi um sucesso de público, mas mesmo assim fiquei muito feliz de ir lá e junto com os outros colaboradores do projeto autografar alguns exemplares que são distribuídos…

  • Cotidiano

    Feira do Livro de Porto Alegre

    Sábado passado dei a tradicional volta pela feira. Olhei, olhei, olhei. Comprei também, comprei nos balaios, onde o preço é justo. Se não é justo, é barato. Uma bela tarde de primavera. Por mais que eu tenha certas críticas à feira, eu gosto muito de andar pela praça apreciando a multidão em busca de títulos e barganhas, de ler alguns prágrafos soltos de livros que não comprarei. Além da feira, congelei na P.F. Gastal para ver o ótimo filme O Hospedeiro. Pena não termos registros fotográficos.

  • Livros e a biblioteca

    Feira do Livro? A polêmica!

    Na sexta-feira, 26 de outubro de 2007, teve início a 53ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre. Uma grande feira de livros à venda com os mesmo descontos dados em qualquer promoção de qualquer livraria! Acho o evento cultural válido como patrimônio Cultural da cidade. No entanto a verdadeira função social está apagada (se é que algum dia ela esteve ali). É de praxe ir até a Praça da Alfândega nos meses de Outubro e Novembro visitar as centenas de banquinhas e participar das muitas atividades oferecidas para o público. Mas a cultura do livro em Porto Alegre, ao contrário do que possa parecer, não existe (ou ainda é bastante…