Filmes e séries

and oscar goes to…

Eu sou uma apaixonada por cinema, mas estou longe de ser uma cinéfila profissional, uma crí­tica ou uma personagem d’Os Sonhadores com seus joguinhos sensuais que infelizmente não vem ao caso nesse momento.

Estou aqui para falar da grande premiação do cinema, a maior de todas, o Oscar. “And Oscar Goes To…”. Tudo pronto, a transmissão global dá o pontapé inicial. A 79ª edição do Oscar aconteceu com um recorde de indicações para as comunidades hispânica e negra, as duas principais minorias dentro dos Estados Unidos. Além de contar com uma apresentadora abertamente homossexual. Será uma Hollywood mais liberal?

Ellen DeGeneres foi a segunda mulher a apresentar o Oscar, e uma coisa é certa, sua apresentação foi fantástica. Um tempo super bom para todas as piadas e absolutamente preparada para a improvisação. Adorei quando ela entregou um roteiro para Martin Scorsese e Clint Eastwood com ciúmes cobrando um roteiro enquanto ela pedia para Steven Spielberg: “Steven, tira uma foto minha com Clint?”.

Outro ponto foram os clipes relembrando todos os filmes de lí­ngua não inglesa que já ganharam a cobiçada estatueta, o clipe das trilhas de Ennio Morricone e o jogo de sombras para representar alguns filmes indicados.

Mas como nem tudo são flores, a monotonia deu o ar de sua graça em muitos momentos, como as interpretações das indicadas como música original. Tenho que admitir que foi hilário ver as “mocinhas cantando” e os grandes seios de uma delas saltando para fora do vestido vermelho. Mas a monotonia voltava sempre a tona quando o assunto era os comentários totalmente dispensáveis do tambêm dispensável José Wilker!

E as premiações? Bom, as premiações foram interessantes, algumas um pouco óbvias e algumas injustiças figuraram na escolha da Academia. No entanto, eu não posso dar a minha modesta opinião, pois ainda não tive a oportunidade de assistir a todos. Alguns dos premiados certamente me deixaram feliz, Scorsese foi o melhor diretor e seu filme foi o melhor do ano, bem já estava na hora de um gênio como ele ganhar a estatueta dourada, e foi bem merecida.

No mais o glamour de Hollywood se deixou levar pela emoção do momento e não deixou de fazer uma propaganda eleitoral gratuita para o ex vice presidente e ativista ecológico Al Gore. Ele apresentou prêmio, ganhou prêmio e… era só deixar uma brechinha e alguém fazia questão de dizer o quanto ele o inspirou, o grande militante que era, o grande homem e blá-blá-blá. And Oscar goes to: lá vem Al Gore mais uma vez. A campanha foi descarada, ou pré campanha dele que fez questão de salientar não é candidato. Ainda. Entretanto, serviu pra dar um recado: Bush, nem a Academia te agüenta!

O glamour cinematográfico e a pompa da cerimônia entraram na onda política de alguns dos últimos filmes produzidos lá pelas bandas de Hollywood.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

18 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
fer
fer
26 de fevereiro de 2007 1:34 pm

nem vi o oscar. é muito tarde e eu acordo cedo. hahahha. mas queria ter visto. gosto de ver aquelas mulheres POBRES e FEIAS, naqueles vestidos HORROROSOS, e realizar como eu sou linda e feliz hahahaha.
sarcasmo a parte, acho que vi um filme indicado ao oscar e olhe lá. 2006 foi um ano de pouco cinema meu. mas agora vou eu correndo espionar na internet linda tudo sobre o oscar passado *-*

Leo
Leo
26 de fevereiro de 2007 3:39 pm

Hey, Daniela!

Legal o comentário lá no blog. “O Vampiro” tem pra vender no Beco dos Livros, Ventura Livros e Livraria Cultura. Caso vc. leia, manda um comentário ok? Quarta tem o minimundo lá na Elo Perdido. O povinho das letras contemporâneas da província vai estar por lá. Vê se aparace.
bj,
leo.
A propósito: J. Wilker really sucks!

Juh
Juh
26 de fevereiro de 2007 7:46 pm

Eu tbm amo cinema? yeah yeah 😀
mais nem tive paciencia de ver o oscar nao. afinal oscar me lembra aquele jogador de basquete ;x . mais isso nao vem ao caso!

Aline
Aline
27 de fevereiro de 2007 9:47 am

Iiiih… Viajei n post pq não manjo na-da de cinema e não assisti ao oscar… =X

O pobre do J. Wilker! Huahauha

Beijo =*

wakko
27 de fevereiro de 2007 3:13 pm

Oi!

Posso dizer o mesmo que você: sou apaixonado por cinema, mas longe de ser cinéfilo profissional.
E o Oscar, bom, sempre achei que ele não é muito justo, mas ultimamente parece que a academia esta mais coerente em suas escolhas.

A Ellen foi divertida como apresentadora, mas não chega nem aos pés da Woopy ou do Billy Crystal, né?

E o Scorcese? Mais que merecido.

E viva a sétima arte!

Beijos

Emi
Emi
27 de fevereiro de 2007 6:30 pm

Vixe, eu nem assisto oscar e também nem entendo de filme… que feio pra mim :~

cintilante
28 de fevereiro de 2007 9:06 am

Oscar monótono em vááários momentos, as usual.
surpresas do tipo: Labirinto do Fauno perder o prêmio de melhor filme estarngeiro!!!!!!
Essa me pegou. puta filme.
enfim…
Scorecese marcou ponto com Infiltrados, mereceu!
Mas e o Volver, do meeestre Almodóvar?! Penelope Cruz que representou o filme lá. E infelizmente, também não levou uma estatueta…

é……. c’est la vie!
beijos!!

Diego C.C.
28 de fevereiro de 2007 11:04 am

ueba, eu também amo a dani! (ok, ja sarei…) denovo: ueba! cheguei num post com um assunto que eu adoro, cinema! As vezes eu passo aqui e pego uns posts seu que eu não entendo muito bem, ai fico sem saber oq dizer (por favor, não é sua culpa, eu que sou retardado). A verdade é que eu tbm não sou nenhum cinéfilo de carteirinha, simplesmente curto o bom cinema. Pra falar a verdade acho que os ciéfilos são um tanto chatos, à prova daquele ser chamado Rubens Ewald Filho, que apresentou o Oscar na TNT. Se vc odeia Wilker é pq não viu ele ainda, sério! Na hora que ele vai dublar, sai de baixo o_O’ ele só solta algumas palavras-chave que não deixam vc entender 1) oq ele disse 2) oq o audio original disse ¬¬’ Eu fiquei pulando entre esses dois canais ao longo da premiação toda, pois a tradução simultânea da mulher da Globo estava ótima, muito profissional, ela dava até entonação da voz. Sobre a festa em si, acho que esse aspecto de quebra do tradicionalismo é uma coisa que a academia quer vender ao longo dos últimos anos. Eles são tipo uma monarquia inglesa: cheios de frescurites, regras e etiquetas. Alguém deve ter notado que se continuar assim as coisas não vão ficar tão bem quanto deveriam. A Ellen foi PERFEITA, tudo oq existia no YouTube do show de auditório dela eu já assisti faz tempo, já era fã do humor dela. O momento que ela começou a aspirar o chão foi hilário, realmente garantiu um bom show. Além dela houveram pitadas de luz ao longo da natural chatice que permeia o Oscar. Aquele grupo de dança por exemplo, e o número musical do trio de atores foi algo que me assustou até! Nunca imaginaria aquele tipo de “algazarra” no Oscar! Aquilo tinha toda a cara de Golden Globe, foi quase um intercâmbio hahaha Mas de qualquer forma manteve-se todo o Glamour que eu adoro. Uma dica: no site do Oscar há vários videosinhos legais, passa lá o__~ e blé, eu já estraguei grande parte doque tinha guardado pra falar na minha coluna de cinema do Zine (

Diego C.C.
28 de fevereiro de 2007 11:08 am

desculpa incomodar denovo o silência da sua viagem, mas é que eu esqueci de comentar do seu novo (agora velho) lay! Eu até ja tinha visto, então ignorei essa parte no comentário. Isso que é simplicidade com categoria, me fez lembrar do meu lay do Calvin, que saudades dele que me deu agora T___T E a Björk ficou engragada na foto, nem reconheceria ela se não tivesse escrito XD~ agora é sério, fui!

tatiana
tatiana
28 de fevereiro de 2007 2:45 pm

Eu não assisto o Oscar justamente por amar cinema. Sei que é clichê dizer isso, mas premiações manjadas costumam me irritar tanto…
De todo modo, sempre fico meio curiosa a respeito de como foi a cerimônia. Foi bom ter passado por aqui. 🙂

Muah!

Pam
Pam
1 de março de 2007 12:35 pm

Po, acho show todo esse glamour e tal. Adoro o Oscar… mas não dei conta de assistir, a rinite tinha me pego de jeito, e eu tinha tomado 2 remédios que dão um sono do caramba e eu capotei!

isa
isa
1 de março de 2007 1:54 pm

arre xD n tenho saco pra ver oscar +.+ :*

fer
fer
1 de março de 2007 1:55 pm
mariathereza
1 de março de 2007 9:08 pm

a premiação de melhor figurino certamente foi a melhor! amei os figurinos todos no palco *-*
poxa manaus é linda, vc vai adorar! 😀 as pessoas lá são muito simpáticas!!
:***

Nathy
1 de março de 2007 9:14 pm

Eu gosto do OScar. MAs me dá sono! E eu odeio traduções simultâneas que as vezes não são NADA simultâneas.

Blérgs:P

Beijocas moça!

dghdjhylfi
dghdjhylfi
4 de julho de 2007 8:07 pm

Hello! Good Site! Thanks you! hflqhcqjqzrno

trackback
10 de janeiro de 2009 6:32 am

[…] sobre eventos importantes (como o Dia da Toalha, o aniversário do mestre Tolkien, o Oscar e o Tolkien Reading […]

trackback
24 de setembro de 2020 11:09 am

[…] sobre eventos importantes (como o Dia da Toalha, o aniversário do mestre Tolkien, o Oscar e o Tolkien Reading […]

18
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x