Livros e a biblioteca

Desafio Leitura Nacional

A Núbia, minha Saitore no Fórum Valinor, me indicou para responder um meme bem legal criado pela Fernanda do Nanda Meireles Blog visando divulgar a literatura nacional. Achei a ideia super bacana e resolvi aceitar o desafio. A proposta é a seguinte:

Esse desafio visa demonstrar que vale a pena investir em um livro nacional. Ao aceitá-lo, você responderá as questões abaixo agora e voltará a fazê-lo no fim do ano. Então, compararemos as respostas e veremos qual foi o balanço.

As perguntas e suas respectivas respostas:

1. Quantos livros nacionais há na sua estante?

Detive-me apenas nos livros de ficção, os livros de História, Arte e Teoria ficaram de fora da contagem. Entre romances, contos e peças teatrais são 54 livros.

2. Quando e qual foi o último livro nacional que você comprou?

Foi Areia nos Dentes, de Antônio Xerxenesky. Comprei por três motivos: 1) as resenhas positivas que li; 2) ZUMBIS; 3) foi uma das minhas escolhas para o Desafio Literário 2011.

2.a. Qual foi o último livro nacional que você leu? (pergunta sabiamente inclusa pela Núbia)

O que é isso, companheiro?, de Fernando Gabeira

3. O que achou dele?

Fico feliz de finalmente ter lido. A memória daqueles anos são extremamente importantes para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça! O livro é leve, apesar da dureza do assunto que aborda. A narrativa é irônica onde precisa ser, séria onde convém, uma bela reflexão e autocrítica de um militante e das organizações de esquerda do país.

4. Dentre os livros nacionais que você já leu, qual mais te desagradou e qual mais te surpreendeu?

Eu tenho uma pequena lista de livros nacionais que não me agradaram em nada. Dentre ele, é claro, os de Paulo Coelho. Mas recentemente tive uma péssima experiência com literatura nacional ao ler Sussurros de uma garota apaixonada, da novata Mandy Porto.

As surpresas positivas, é claro, são sempre melhores. No meu caso eu tenho autores brasileiros que considero favoritos: Erico Veríssimo encabeça a lista, seguido de outros autores clássicos. No entanto, da nova safra eu não posso falar muito, visto que ainda não me aprofundei nas leituras.

5. O que acha que falta aos autores nacionais para que a barreira do preconceito dos leitores seja vencida?

Acredito que a barreira do preconceito existe e tem uma razão para isso. Muita gente escreve no Brasil, muita gente publica no Brasil e muitas vezes as obras não passam por revisores, não são amadurecidas e acaba que muitas publicações são sim, muito ruins. A facilidade com que se publica livros (em editoras grandes, pequenas e até de maneira independente) faz com que cada vez mais pessoas acreditem que são escritores. Posso parecer preconceituosa, mas minha experiência de leitura mostrou que isso realmente acontece. Felizmente, existe toda uma leva de novos autores que são realmente surpreendentes. E acredito que são a maioria. Falta é ler. Ler autores nacionais é a melhor maneira de acabar com o preconceito e saber separar o joio do trigo.

6. Cite três livros nacionais que você espera ler em breve:

Atendo-me aos livros que já estão na minha estante:

  1. Calabar, Chico Buarque e Ruy Guerra
  2. Gota D’água, Chico Buarque e Paulo Pontes
  3. As Relações Naturais: três comédias, Qorpo Santo

7. Indique 5 blogs para responder à esse desafio:

Vou deixar em aberto para todos que toparem responder as perguntas em seus blogs.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
wakko
5 de março de 2011 9:45 am

Olha, não devo ter tantos quanto você, mas tenho muitos livros nacionais aqui na minha estante também – há muitos autores brasileiros modernos bons, que acho que não são mais famosos justamente por causa do preconceito que as pessoas tem com material produzido no país.
E agora fiquei interessado nesse livro sobre Zumbis, já vou adicionar à minha wishlist!!!

Núbia Esther
5 de março de 2011 2:54 pm

Que legal que topou participar Dani!
Você tem uma biblioteca nacional em expansão hein, isso só me faz ter certeza de que ainda tenho muitos títulos para adquirir. Um deles é Areia nos Dentes, desde que li sobre esse livro pela primeira estou com muita vontade de lê-lo.
Adorei suas respostas e espero que o preconceito no que tange a livros nacionais seja superado através da leitura.

Jussara
5 de março de 2011 11:20 pm

Ola, não tenho nenhum preconceito com literatura nacional e gosto de experimentar autores novos, mas concordo com você “que muitas vezes as obras não passam por revisores, e não são amadurecidas”, ás vezes acho que não são nem pensadas, alguém escreve um calhamaço sobre alguma coisa e acha que escreveu uma obra-prima. Quando o livro é bom, falta divulgação e apoio ao novo autor. Na verdade o trabalho de editoração deveria ser levado a sério no Brasil.
abs
Jussara

Ju Poggi
6 de março de 2011 1:32 am

Que legal, vou furtá-lo pra fazer lá no Caraminholas tbm! 😉
e caracas quanto livro nacional…
eu como leio muito livro emprestado e de biblioteca nem tenho tanto, inclusive o meu nacional preferido que é o Xangô de Baker Street do Jô Soares eu não tenho! kkk imagina!
Mas ultimamente tem muito livro nacional bom saindo e a lista tá só aumentando…

8
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x