Livros e a biblioteca

Sussurros de Uma Garota Apaixonada, de Mandy Porto

Sussurros de Uma Garota Apaixonada, da gaúcha Mandy Porto, narra a história de Brooke Watson e Danny Garcia – um casal de jovens estudantes de medicina que se conhecem e se apaixonam sob circunstâncias nada comuns. Danny foi assassinado e seu fantasma pode ser visto apenas por Brooke. Da convivência entre eles surge um amor romântico e clichê.

Não sou o público alvo do livro e talvez por isso não tenha gostado do argumento. No entanto, outros motivos me levam a afirmar que não se trata de um livro bom. Apesar da belíssima apresentação da edição – o capricho da editora é fantástico e todos os detalhes das páginas e da capa são muito bonitos – após algumas páginas já estava entediada.

A história demora muito para se desenvolver, e Mandy se prende em detalhes que não agregam nada no desenrolar dos acontecimentos. Uma das obsessões (pelo menos assim me pareceu) é com as características físicas da protagonista: loira, de olhos azuis, uma frágil moça que tem um grande desafio pela frente. Perdi as contas de quantas vezes isso foi repetido ao longo do livro. Parece que a autora retrata uma espécie de personagem que ela mesma gostaria de ser (pelas características físicas e de personalidade) e não é. Eu mesma já tive minha fase (na infância) em que imaginava como seria bom se eu fosse loira e de olhos azuis, mas durou pouco e eu não escrevi um livro sobre isso!

O cenário também não convence. A história se passa em uma Universidade nos Estados Unidos (uma escolha curiosa, eu diria, para uma brasileira). E pareceu-me que faltou um pouco de pesquisa a respeito do funcionamento das universidades norte-americanas: Brooke é uma caloura que já tem aulas específicas de medicina no primeiro ano de curso. Acredito que teria sido melhor escrever sobre algo que lhe fosse familiar para que não cometesse erros como esse.

Ademais, a narrativa engrena apenas nos últimos capítulos, quando as coisas começam realmente a acontecer. É apenas na segunda metade do livro que a história mostra um motivo para ser contada: Danny, o fantasma, se interessa na busca por seu assassino, que faz novas vítimas pelo Campus. E mesmo durante a investigação de Danny e Brooke o clima é morno. Não me despertou interesse descobrir quem era o assassino, tudo era tão monótono que a verdade a ser revelada também seria – e foi.

Outro ponto negativo do livro são os incontáveis erros de digitação, ortografia, concordância, repetição de palavras em excesso – quase não utilização de pronomes demonstrativos -, inadequação de pronomes, o tempo verbal muda algumas vezes e em alguns momentos (em menor grau, ainda bem) falta de coerência nas afirmações e até um ou outro erro de continuidade. Não sou perita, erro muitas vezes e não gosto de ser chata com a língua portuguesa, mas tudo tem limite.

Mandy Porto é uma autora jovem, em início de carreira e precisa, do meu ponto de vista, amadurecer bastante. Sussurros de Uma Garota Apaixonada é um livro que eu não recomendaria para meus amigos.

Recebi e resenhei esse livro para o Book Tour da Editora Underworld, do qual participo.

Sussurros de Uma Garota Apaixonada
Mandy Porto
Editora Underworld
244 páginas
Nota: 1/5

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mi Müller
24 de fevereiro de 2011 2:12 am

Então tá né, esse vai passar longe da estante… se bem que nem sei se ele ia mesmo hehehehe…
Adorei a resenha 🙂
estrelinhas coloridas…

Denise Ayres
25 de fevereiro de 2011 6:28 pm

Adorei sua resenha!
Parabéns!
Não li o livro, mas pelas críticas que tenho acompanhado, preservarei meu tmpo para livros melhores.
Bju e sucesso!

Tábata Kotowiski
1 de março de 2011 10:28 am

Também me inscrevi num Book Tour da Editora Underworld e espero ardentemente que não seja um livro da Mandy. O que já li de resenhas negativas em relação ao livro… Principalmente em relação aos erros que você mencionou e ao excesso de estrangeirismo. Acho que hoje em dia é essencial não só achar uma editora que publique seu livro mas que também revise (imagino que seja um outro tipo de contrato para isso). Mas de que adianta ver seu livro publicado sem a ajuda de um editor que aponte os erros e até dê ideias para a história? Fico me perguntando que vantagem Maria leva (no caso, Maria é a Editora Underworld rsrsrsrsr) em publicar um livro tão cheio de erros… Porque, querendo ou não, é o nome deles que vai junto, né?
Smacks pra ti!

Nathalia
4 de março de 2011 6:30 pm

Resenha muito interessante, apontou algumas coisas que me incomodaram muito logo no primeiro capítulo do livro, que a editora disponibilizou no blog… Sei lá, passou a impressão que a autora SÓ leu livros YA na vida. Narrativa fraca, a protagonista obcecada em destacar sua inocência/doçura/blablabla, etc. E isso da falta de revisão da editora me deixou ainda mais desanimada, haha. Enfim, não está na minha lista de livros a serem lidos…!

trackback
5 de março de 2011 11:42 pm

[…] os de Paulo Coelho. Mas recentemente tive uma péssima experiência com literatura nacional ao ler Sussurros de uma garota apaixonada, da novata Mandy […]

trackback
4 de agosto de 2011 3:53 pm

[…] Instintos Cruéis, da autora estadunidense Carrie Jones, é o primeiro livro da “Need Series”, publicado aqui no Brasil pela Editora Underworld, que fez um trabalho muito bacana com a capa (apesar de não gostar muito do rosto da menina, o conceito é muito interessante) e com a diagramação. No entanto, faltou cuidado na hora da revisão da tradução, tem muitos erros de digitação e ortografia ao longo do texto, e não é a primeira vez que noto isso nos livros da Editora. […]

elaine
elaine
2 de fevereiro de 2012 7:34 am

Achei interessante essa colocação de que parece que ela só leu livros YA, é verdade, li o livro dela Diário de um anjo e foi exatamente essa a sensação que eutive. Faltou profundidade e pesquisa. Eu também amo esse tipo de literatura, mas acredito que quem se propõe a ser escritor, precisa conhecer outras coisas.

trackback
27 de setembro de 2020 10:28 am

[…] os de Paulo Coelho. Mas recentemente tive uma péssima experiência com literatura nacional ao ler Sussurros de uma garota apaixonada, da novata Mandy […]

13
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x