Livros e a biblioteca

Na praia – Ian McEwan

Na Inglaterra, em 1962 um casal acaba de casar e tem pela frente sua noite de núpcias. ela, uma menina de família rica, formada em música e apaixonada pelo que faz. ele um garoto de família pobre, formado em Oxford – História.

Antes da revolução sexual que assolou o mundo na segunda metade da década de 1960, este casal tem pela frente uma noite cheia de medos, angústias e ansiedades. Ela tem medo do que vai acontecer, e ela sabe o que vai acontecer. ele está ansioso, se guardou para aquele momento e etem tantas expectativas. São jovens, apaixonados, amam-se verdadeiramente. Porém a noite de núpcias será uma noite de provações para ambos.

Um narrativa impecável e um estilo fluido. Na Praia superou todas as minhas expectativas. Ian McEwan consegue retratar diversos aspectos morais e sociais da geração pré 1968. Ele transcende o registro particular ao tratar o drama do casal atingindo o retrato de uma época inteira. Das contradições entre o novo e o antigo, entre a maturidade e a inocência.

Trata-se de uma obra  sobre o exato momento em que a perda da inocência está em jogo. Sobre as condições e as consequências dos atos de cada inivíduo perante este momento que viria a se diluir da vida dos jovens pós 68. A narrativa possui uma excelência digna de um dos maires escritores ingleses da atualidade. Uma história comovente ao mesmo tempo que espinha a moralidade remanscente.

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
cavalca
17 de fevereiro de 2009 3:27 pm

Faltou dizer que chorou no ônibus lendo o livro.

Daniela
Reply to  cavalca
17 de fevereiro de 2009 4:49 pm

@cavalca:

Não queria contar do meu pequeno fiasco. 😛

Mas já que mencionou, a história é bastante comovente ao ponto deme fazer chorar, e muito, dentro de um ônibus.

:*

léo
17 de fevereiro de 2009 9:03 pm

parece ser legal o livro. 🙂

anotar e procurar sobre dps.

Talita
Talita
18 de fevereiro de 2009 10:34 pm

Me interessei… =)
Tem um meme pra vc no meu blog (“olha que blog maneiro”).
beijão =***

Luana
Luana
23 de fevereiro de 2009 12:35 am

Resolvi procurar depois de ver seu post, li e adorei. E chorei, chorei he!

trackback
8 de janeiro de 2010 9:17 pm

[…] Na Praia (On Chesil Beach; Ian McEwan; […]

trackback
Nothing found for Weblog 2010 01 04 Lista-de-leituras-2009-2
8 de janeiro de 2010 9:17 pm

[…] on Livros lidos – 2008Lista de Livros Lidos 2009 | trecos & trapos on Na praia – Ian McEwanLista de Livros Lidos 2009 | trecos & trapos on Matadouro 5 (Kurt Vonnegut)Lista de Livros Lidos […]

trackback
Nothing found for Weblog 2010 01 04 Lista-de-leituras-2009
8 de janeiro de 2010 9:18 pm

[…] Recentes Nothing found for Weblog 2010 01 04 Lista-de-leituras-2009-2 on Na praia – Ian McEwanNothing found for Weblog 2010 01 04 Lista-de-leituras-2009 on Livros lidos – 2008Lista de […]

trackback
25 de setembro de 2020 11:36 am

[…] Na Praia (On Chesil Beach; Ian McEwan; 2007) […]

11
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x