Livros e a biblioteca

A Vida, O Universo E Tudo Mais

No terceiro volume da trilogia de quatro volumes que na verdade são cinco, Douglas Adams vai a fundo na sua crítica e usa os temíveis robôs xenófobos do planeta Krikkit como paródia das guerras e das teorias racistas daqui mesmo, do planeta Terra, que infelizmente andam tão em voga em certos grupos pelo mundo. Os habitantes do paneta Krikkit pretendem destruir o Universo simplesmente porque eles não aceitam nada que seja diferente deles.

Enquanto isso, Arthur Dent, que ficou cinco anos abandonado na Terra Pré-Histórica, e Ford Prefect, também na mesma situação, são resgatados por um sofá perdido no tempo e retornam para o dia anterior a destruição da terra no meio de um campo de críquete, durante uma partida. Daí para frente diversas viagens no tempo, vinganças e separações do grupo ocorrem na tentativa de salvar o planeta, tarefa liderada por Slartibartfast que veio resgatar um objeto muito importante para impedir a destruição do Universo e acaba resgatando a dupla que acabou de viajar alguns milhões de anos no tempo.

Nesse volume o tema é bastante profundo e portanto a leitura é um pouco mais densa que nos dois primeiros. O sarcasmo presente nos anteriores ainda é marca do autor neste livro, mas dessa vez mais sutil e difícil de perceber. É preciso uma leitura mais concentrada. Eu confesso que demorei um pouco mais para terminá-lo, mas não achei ele um livro confuso como já li em algumas resenhas. Pelo contrário acho que ele aborda o tema da intolerância de uma maneira bem didática, no entanto ele é realmente mais complicado que seus antecessores.

A leitura não é tão fluida como nos livros anteriores, porém esse motivo não pode ser considerado com impedimento para a leitura desse e dos próximos volumes. É importante prestar atenção nos detalhes. Além disso, as inúmeras viagens no tempo e espaço são o grande destaque da obra. Eu que sou fã dessas viagens fiquei muito feliz em ver que Douglas Adams usou e abusou do recurso.

A Vida, O Universo E Tudo Mais
Douglas Adams
224 páginas
Editora Sextante
Nota: 4/5

Esse texto faz parte do projeto de blogagem coletiva Desafio Literário 2011, proposto pelo blog Romance Gracinha. A resenha corresponde ao mês de abril, cujo objetivo é ler um livro de ficção científica.

Confira no blog do desafio as resenhas dos outros participantes para este mês. Ou descubra quais foram as minhas escolhas.

Participe, comente, leia.

Siga o @DL_2011 no twitter.

Aproveita e segue a equipe do Desafio Literário 2011 no twitter também:

@vivi@danihaendchen@queromorarlivr e eu, @clandestini.

Confira as outras leituras feitas para o Desafio Literário 2011:

Janeiro:
Coraline, Neil Gaiman
Memórias da Emília e Peter Pan, de Monteiro Lobato

Fevereiro
Che Guevara – a vida em vermelho, de Jorge G. Castañeda
O que é isso, companheiro?, de Fernando Gabeira

Março
As Brumas De Avalon Livro 1 – A Senhora Da Magia, de Marion Zimmer Bradley
As Brumas De Avalon Livro 2 – A Grande Rainha, de Marion Zimmer Bradley

Abril
O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams
O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
1 de julho de 2011 12:17 am

[…] A Vida, o Universo e Tudo Mais, de Douglas Adams […]

trackback
7 de dezembro de 2011 6:36 pm

[…] do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams A Vida, o Universo e Tudo Mais, de Douglas Adams Até mais, e obrigado pelos peixes!, de Douglas Adams Praticamente Inofensiva, de […]

trackback
27 de setembro de 2020 2:55 pm

[…] do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams A Vida, o Universo e Tudo Mais, de Douglas Adams Até mais, e obrigado pelos peixes!, de Douglas Adams Praticamente Inofensiva, de […]

trackback
27 de setembro de 2020 2:58 pm

[…] do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams A Vida, o Universo e Tudo Mais, de Douglas Adams Até mais, e obrigado pelos peixes!, de Douglas Adams Praticamente Inofensiva, de […]

trackback
27 de setembro de 2020 8:22 pm

[…] do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams A Vida, o Universo e Tudo Mais, de Douglas Adams Até mais, e obrigado pelos peixes!, de Douglas Adams Praticamente Inofensiva, de […]

5
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x