Lendo

Paulo Leminski

Eu

eu
quando olho nos olhos
sei quando uma pessoa
está por dentro
ou está por fora

quem está por fora
não segura
um olhar que demora

de dentro de meu centro
este poema me olha

*a mesquinhez de certas pessoas me assusta, mas ainda tenho coragem e dignidade para olhar nos olhos!

Anarca, feminista, vegana, cat lady, bookworm, roller derby, hiperbólica, entusiasta das plantas e constante aprendiz. Rainha de paus, professora de história, amante de histórias. Meu peito é de sal de fruta fervendo num copo d'água. 🌈✊Ⓥ👩🏻‍🏫👩🏻‍💻📚🧙‍♀️🎨📿🥾🏕️ 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈 🐈

Deixe seu comentário

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vica
12 de abril de 2008 6:42 pm

Eu não gosto de gente que não olha nos olhos e tem aperto de mão fraco.

Anna
17 de abril de 2008 11:42 am

Oi Daniela:
Hoje encontrei vc no Café com chantilly. Que bom te ver de novo.
Então, adorei o poema de Paulo Leminsk e também tenho a mesma opinião da Vica.
Vou indicar seu blog hoje, certo?
Bjs

2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x